VAMOS PENSAR UM POUCO?

 

         Não sou filósofo por formação e muito menos sociólogo, mas gosto de treinar um pouco minha já cansada e quase desistente mente idosa ao pensar e escrever sobre as coisas que acontecem ao meu redor.

         É evidente que, se além de pensar você escreve, torna imortais as “sacadas” geniais, mas também as besteiras que disse. Ou seja, palavras oralizadas voam com o vento, palavras escritas permanecem, para sua glória ou desgraça.

         Também é certo que tudo que envolve política e futebol vem embrulhado numa aura de irracionalidade irritante, sendo quase impossível estabelecer um mínimo de bom senso. Que diabo é bom senso?

         Você pergunta como ficará a questão do governo brasileiro pagar diretamente aos médicos argentinos e portugueses R$ 10.000,00 por mês e aos cubanos entregar o valor ao governo de Cuba, que repassaria no máximo 70% disto ao profissional, frente à legislação trabalhista e alguém salta com a pergunta: Quer dizer que você prefere que a população brasileira pobre fique sem atendimento? Mas, por Deus, eu disse isso?

         Daí você publica um vídeo de crianças morrendo pelo uso de gás venenoso na Síria e lamenta a desgraça. Sempre tem um que diz: Olha, não foi o governo quem fez isto, foi a oposição. Eu disse que foi o governo? Se não foi o governo está justificada a matança? O que importa é o fato horroroso ou a autoria? Governo ou oposição, ocidente ou oriente, capitalista ou comunista, rico ou pobre, isto é medonho, é o fim dos tempos.

         Algumas pessoas preferem discutir politicamente, eu discuto fatos.

        Perguntaram-me um dia desses porque eu, como Promotor de Justiça, era contra a construção do Hospital Regional? Quem falou que era contra o hospital? Quem não quis entender que a discussão era apenas e tão somente contra o local ambientalmente inadequado em que seria construído! Mas, se eu posso reduzir a discussão, porque vou ampliar?

         Se falo mal de Cuba me acusam de ser pró Estados Unidos. Se faço o contrário é por que sou comunista. Tenham dó!

         Sei que sou um chato, mas tento não ser burro. Não sei se consigo, mas vou morrer tentando.

 

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “VAMOS PENSAR UM POUCO?

  1. José Édler Biscaíino Pahim

    …e o hospital, é em cima do aquífero Guarany!! aquele Promotor é (era) louco de atar!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s