ESTAREI FICANDO MAIS BURRO?

 

Tenho observado, ao longo do tempo, que demoro mais a reagir a certas coisas, notadamente aquelas que nunca imaginei pudessem acontecer comigo.

Penso, às vezes, que com a idade estou ficando mais lento de raciocínio, talvez a maioria dos meus parcos neurônios já tenham morrido.

Outras vezes acho que é o avanço da burrice mesmo, que já vinha se insinuando quando eu me importava com as coisas que a maioria das pessoas não dava a menor bola. Eu ficava louco da vida e pá!!! Respondia na bucha, e quase sempre me arrependia logo em seguida, mas já era tarde, a bobagem estava feita.

Alguns bondosos amigos me garantem, mas tenho certeza que eles estão querendo apenas me agradar, que estou ficando mais sensato. Uau, eu, sensato, isto é fantástico!

Sensatez, se é esta mesma a doença que me acomete atualmente, o que é? Talvez seja a necessidade de digerir melhor as informações, processar adequadamente os fatos, pensar nas possibilidades, tentar não repetir os erros do passado.

Sensatez talvez seja olhar o mundo e as pessoas com um pouco mais de boa vontade, com alguma tolerância, vendo nelas um ser à imagem e semelhança de Deus, alguém igual a nós, por mais diferente do que possa parecer.

Sensatez talvez seja aceitar a ideia antes absolutamente ausente de nossa cabeça de que nós também erramos (que coisa!) por mais infalíveis que possamos parecer ser.

Talvez seja tolerar aquelas características do outro, que sempre achamos que fossem graves defeitos, como apenas forma de ser e, incrível, podem mesmo ser qualidades!

Mas, por certo, tudo isto é bobagem, porque quem é bom é bom mesmo, quem é mau, não tem jeito, será sempre mau. O diabo é que os critérios para definir o que é bom e o que é mau são muito subjetivos. E uma sociedade tão tecnológica como a nossa não pode aceitar a ideia da subjetividade, que é própria dos sujeitos. Estes são tão falhos, as coisas são mais seguras, mais… mais coisas!

Viram como tenho motivos para acreditar que minha burrice está ficando insuportável?

Eu, se fosse vocês, me afastaria de mim. Estou ficando perigoso.

O que move o mundo não é o sujeito, mas as coisas.

O que move o mundo é a certeza, não a dúvida.

O que move o mundo é a inteligência, não a burrice. E, sem dúvida, ter dúvidas é ser burro.

Vou dormir para “pegar preço” e, de quebra, não causar prejuízo aos que não tem dúvidas, só certezas.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “ESTAREI FICANDO MAIS BURRO?

  1. ROSELY UBERTI

    burra sou eu… que nunca tinha rolado p/ baixo…achei !! tai a resposta pra vce mestre prof, escritor e por ai a fora! SIMPLICIDADE e HUMILDADE não lhes faltam…PARABÉNS POR SER ESSE cara INTELIGENTE! GRANDE ESCRITOR!

  2. Diego Hahn

    Boa!
    Em meio a tanta gente com tanta certeza de tudo ultimamente nesse nosso mundo globalizado e tecnológico, é raro hoje em dia achar pessoas capazes de ainda ponderar, repensar as próprias opiniões e ter a humildade de até mesmo voltar atrás em algumas delas às vezes…
    Parabéns pelo ótimo nível do blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s