Pelas ruas da cidade

 

Andarilho, sem teto e mendigo relata o que vê pelas ruas da cidade a um amigo que possui casa, esposa e filhos. O andarilho não sabe o próprio nome, de onde veio e porque está nas ruas, mas parece possuir boa instrução. É um observador das alegrias e tristezas que envolvem a todos, dispondo-se a contar a quem quiser ouvir. Mesmo sendo invisível para a sociedade, esta não lhe passa despercebida. Não é um herói nem uma vítima, apenas mais uma das inúmeras almas sem rumo que vagam por aí, pedindo o que comer, consumindo drogas, dormindo ao relento e cometendo crimes. O amigo que ouve as histórias resiste a acreditar nelas, compromete seus relacionamentos familiares e sociais em razão desta amizade fora dos padrões de sua classe social, mas não consegue afastar-se dele. Ambos, cada um a seu modo, ajuda a montar este verdadeiro mosaico das vidas, alegrias e tragédias que observam pelas ruas da cidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s